Quer saber? foda-se esse protesto vazio

É, pois é, eu ia nos protestos quinta e sexta, lembram? Quinta acabei não indo, mas sexta eu fui… QUE GRANDE CAGADA!!!

Encontrei o protesto enquanto ainda estava tentando ir à praça Rui Barbosa, e a passeata vinha vindo subindo a av 7 de Setembro, em frente ao Shopping Curitiba… beleza, entrei no movimento ali, tava até um pouco fraco por causa da chuva, mas tava bonito, o pessoal dos prédios em volta apoiando, piscando as luzes de casa e os carros buzinando, parados nas esquinas por onde a passeata bloqueava a rua, incentivando… consegui até tirar fotos:

Protesto na Praça do Japão em Curitiba

galera lotando a praça do japão e a av República Argentina

Era um mar de gente, tava bonito, mesmo… nunca tinha visto tanta gente “fazendo política” junta.

MAS AÍ, nem tudo são flores… primeira pergunta… PQ RAIOS ir à Praça do Japão, que fica “longe” do centro? Ninguém sabe… só sabemos que a passeata seguiu dali pra baixo pela av República Argentina, e quando chegou na esquina com a av Getúlio Vargas, a galera que tava lá na frente, virou nessa rua…

Pensei comigo… “vamos voltar ao centro, que bom, queria encontrar o @nil_wi que tinha ficado na Rui Barbosa antes do protesto acabar”. Felizes e contentes todos seguiam, PACIFICAMENTE, sem mover um objeto público/privado do seu devido lugar, até chegar na esquina do estádio do Atlético Paranaense. E ali a galera parou. E em poucos segundos começou a gritar e correr no sentido contrário. CORRER. Eu fiz o quê? Corri também.

O que aconteceu é que havia um pessoal da torcida organizada do Atlético esperando o protesto na frente da arena, pra descer o cacete mesmo. Eles tinham fogos de artifício, eles tinham porretes (não eram pedaços de pau aleatórios)… ninguém acha isso na rua pra “defender o patrimônio” deles, como eles alegaram.

Agora entra a maior cagada do ano: ao invés de continuar correndo, eu tentei me abrigar numa entrada de garagem que tinha na rua:

Garagem

esta garagem com o carro branco

E GRATUITAMENTE, simplesmente porque eu fui o último a ter esta brilhante ideia de me refugiar ali, um Zézão da torcida do Atlético simplesmente veio e me agrediu. Assim… de graça… com um porrete que NÃO era um pedaço de pau… sem eu ter falado ou feito NADA para ele.

Simplesmente me deu uma porretada nas costas e depois uma no meu braço esquerdo, falando que eu era um playboy do Coxa… HEIN?

Quer ver como ficou depois?

Braço esquerdo

meu braço esquerdo – um puta dum calombo, mas sem fratura (deem zoom na foto para ver melhor)

Costas

marca nas costas (deem zoom na foto para ver melhor)

Pelas fotos parece que estou de mimimi, porque não saiu sangue nem nada. Mas eu não consigo mexer direito o braço até agora, e já se passaram mais de sete horas do acontecido, e eu já tomei injeção de analgésico no Hospital do Trabalhador (injeção na bunda deixa a perna dormente, fikdik)

E olhe que eu fui um dos que apanhou pouco. Enquanto eu esperava a medicação no hospital, chegou um outro manifestante, que estava numa maca, tinha sido esfaqueado. Por quem? NINGUÉM que estava no protesto estava armado. MUITAS vezes o pessoal gritou “Sem violência!”, estava até virando clichê.

Por que raios estavam nos esperando na Arena pra fazer isso? POR QUÊ?

Sinceramente, não tem explicação lógica e/ou cabível. Não tem. Fomos vítimas de uma emboscada hoje? Pode ser, parece que sim. Mas mesmo que não fosse… O QUE RAIOS o protesto tinha a ver com a arena? NINGUÉM estava indo lá pra depredar (que eu saiba).

Legal né? Não, não é legal.

Não é legal ver um protesto que quase  me fez chorar de emoção na segunda-feira, virar essa bobajada generalizada aí. Cadê as pautas?

Redução na tarifa? Check!

E as outras pautas? Os governos ESTÃO dispostos a dialogar, mas e o que o povo tem a dizer? Abaixo à corrupção? Ah, sim, todo mundo concorda… ou tem alguém que é a favor?

Cadê a pauta DE VERDADE?

Cadê o povo indo lá dialogar com o governo? Ao invés dessa baixaria que eu vivi hoje nas proximidades da arena, por que RAIOS esses torcedores fanáticos não se juntaram ao protesto para ir de volta ao centro reivindicar melhorias?

Nah, eles devem estar bem satisfeitos com a situação como está… não deve haver nada para melhorar na vida deles. E o playboy sou eu, né?

Então, desculpem brasileiros, mas pra mim essa onda de protestos vazios, sem pauta clara, sem objetivos, além de dizer pros netos “eu fui”, acabou. Quero muito continuar lutando em manifestações como a Marcha das Vadias, que TEM uma pauta clara, e tudo mais que um movimento político precisa.

Mas agora… #vemprarua? Não dá, #fuiprohospital

Adeus, protestos. Nos vemos na Marcha das Vadias, dia 13 de julho, às 11h, na Praça 19 de Dezembro.

PS: Sou tão playboy, que fui no Hospital do Trabalhador, que NÃO ATENDE POR PLANO, apenas pelo SUS. E pra você que reclama que não tem saúde, etc, não é assim em todo lugar não… eu fui MUITO bem atendido lá, não fiquei horas esperando, não vi ninguém tendo bebê nem morrendo nos corredores. Pode não ser tão bonito e o design do interior do hospital pode não ser igual às clínicas particulares, mas funcionou para mim. Sem grande beleza, porque não precisa, precisa médico, enfermeiro, atendimento de qualidade, etc. E TEM.

Anúncios

  1. PS2: Agradecendo aqui às pessoas que me ajudaram hoje, Tay e Maise que me levaram para o hospital, Gabi pela indicação de hospital, Rodri e Nil, que estavam preocupados comigo em tempo real, minha profe Regina que ME LIGOU pra saber como eu tava, Chuck e Marcelo também, Lore, que vai me dar puxão de orelha nos próximos dias, e até o Lucas Pedante e Chato que disse “eu falei?”. Obrigado a todos vocês, mesmo. Beijos mil.

  2. Estou com você. Ontem fui ao protesto (da Rui Barbosa) e mesmo não rolando esse tipo de violência, pelo menos não ali, deu pra perceber que a ideia original já se perdeu. O clima não era de protesto no sentido de querer valer os seus direitos, de ser ouvido… era de REVOLTA. As pessoas queriam violência, desordem, bagunça, anarquia e não mudanças.
    Quando tiver uma manifestação plausível e organizada eu certamente voltarei às ruas, mas por hora, ficarei na minha casa.

  3. Fez denúncia na delegacia? Se não fez, faça. Mesmo que não aconteça nada com quem bateu em você, é bom a polícia ter agressões como estatística, porque quanto mais “feio” pra eles essas estatísticas forem, mais rápido será a atitude que eles tomam pra que menos violência aconteça… Se TODOS fossem pras delegacias denunciar, garanto que a polícia ia se mexer, visto que o número de ocorrências TRIPLICARIA. Isso é muito ruim pra imagem deles, tenha certeza.
    #VaiPraDelegaciaDenunciar

  4. Pingback: bye bye 2013 | Bom dia sol! Bom dia flowers!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s